Defesa Civil do Estado emite alerta de deslizamentos - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
27 de Abril de 2018

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

Sentinela da Manhã

05:00h

Sentinela da Manhã

Ouça Agora

Panorama Agricola

05:50h

Panorama Agricola

Na sequência



Defesa Civil do Estado emite alerta de deslizamentos

30/09/2014 23:31

ALERTA 30/09/2014: Risco de deslizamentos de terra nas regiões Extremo-Oeste, Oeste, Meio-Oeste, Planalto Norte e Alto Vale do Itajaí de SC, devido ao alto acumulado de chuva nos últimos dias nestas regiões e à previsão de continuidade da condição de chuva para as próximas horas.

Risco de inundação em algumas localidades do Alto Vale do Itajaí. Na leitura das 06 hs o rio em Rio do Sul estava com 7,92m, cota de emergência, se estabilizando e em Taió o rio estava com 7,66 m, cota de emergêngia. Persiste condição de pancadas de chuva até madrugada/manhã de quarta-feira. Porém, ass Barragens de Ituporanga e de Taió estão com todas as comportas fechadas, ainda com boa capacidade de retenção de água e a expectativa é que em Rio do Sul o rio se estabilize. A Defesa Civil Estadual está monitorando conjuntamente com os municípios da região e recomenda-se acompanhar a atualização dos boletins até o cessar alerta.

AVISO METEOROLÓGICO: Entre esta terça (30) e manhã de quarta-feira (01/10), persiste a instabilidade e a condição de chuva em SC, com raios e trovoadas, e risco de temporais isolados com granizo.  O acumulado previsto para este período é de 40 a 60mm em média do Oeste ao Sul do Estado, podendo ocorrer pontuais de 80mm no Oeste (divisa com RS), Planalto Sul e Litoral Sul. Nas demais regiões, o acumulado é de 20 a 40mm. Acompanhe atualização de Boletins! Fonte: Epagri/Ciram

Rio do Sul - A Defesa Civil de Rio do Sul está em estado de alerta, devido às chuvas que assolaram o município no fim de semana. O nível do rio Itajaí-Açu às 05 hs estava com 7,92 m, cota de emergência. A barragem Sul, em Ituporanga, permanece com duas comportas fechadas e três abertas, e a Oeste, em Taió, com quatro abertas e três fechadas.

Durante todo dia os técnicos da Defesa Civil percorreram as áreas mais baixas do município recomendando que os moradores de áreas atingíveis com a cota de 7 metros retirassem seus bens e os encaminhassem a um dos três abrigos abertos ou para casa de parentes. As primeiras localidades que são atingidas é a rua Henrique Muller, no bairro Pamplona e o loteamento Jardim Luis Bianchetti, no bairro Taboão. Os abrigos abertos são: Igreja Santa Rita de Cássia, bairro Santa Rita; Pavilhão do Lions Clube, no Progresso e Igreja Evangélica, no bairro Bela Aliança.

A Defesa Civil de Rio do Sul permanecerá de plantão durante toda à noite, assim como a Secretaria de Assistência Social e Habitação e Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, que já trabalha no suporte aos primeiros desabrigados. “Desde a manhã de hoje passamos por estas localidades avisando os moradores, é fundamental que todos estejam atentos as informações repassadas oficialmente pela Defesa Civil”, destacou o Diretor da Defesa Civil, Teodoro Luis da Silva.

O levantamento do número de casas atingidas e desabrigados/desalojados está sendo feito pela Defesa Civil de Rio do Sul e deverá ser apresentado na manhã de terça-feira (30).

As informações sobre nível do rio podem ser conferidas de hora em hora na FanPage da Defesa Civil de Rio do Sul no endereço www.facebook.com/DefesaCivilRsl.

Informações
Rafael José Beling / Jornalista - 03532SC

Ibirama - Devido às fortes chuvas registradas nos últimos dias, a Defesa Civil de Ibirama foi acionada para um desmoronamento de terra próximo a uma residência na Rua Iguaçú, no centro da cidade, no conhecido Morro do Sigolf.

Perante o risco que a ocorrência apresenta para os moradores da casa, a Prefeitura de Ibirama – por meio da Defesa Civil de Ibirama, Secretaria Municipal de Obras e Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação – em uma ação conjunta, abrigaram os residentes no Pavilhão Rodolpho Koffke. Nesta residência moram 16 pessoas de cinco famílias.

O Diretor da Defesa Civil Municipal Fernando Jost orienta a comunidade sobre os sinais que indicam um possível deslizamento de terra: “Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas, inclinação de tronco de árvores, de postes e o surgimento de minas d’água, avise imediatamente a Defesa Civil”.

A Defesa Civil de Ibirama informa: Devido às inúmeras descargas elétricas, o telefone 199 está com problemas, os acionamentos devem ser realizados por meio do fone: 8838-5645.

Informações
Sheyla Germano / Jornalista - SC 3170 JP

Chuva deixa estragos em Corupá

A forte chuva no início da tarde desta terça-feira provocou um deslizamento de terra que atingiu a residência de uma família na Rua Walter Jarck, no Bairro Seminário, em Corupá. Segundo os Bombeiros Voluntários, apenas alguns móveis foram danificados e não houve prejuízo na estrutura do imóvel. A família estava em casa no momento do deslizamento, por volta das 16h30 e ninguém se feriu. A Defesa Civil também foi acionada.

Informações: por Débora Remor, 30 de setembro de 2014 as 19:24h 

Quanto ao nível do Rio Itajaí Açú a situação é nomal. Confira as últimas medições:

Cidade

Data

Nível

Chuva

Status

Gaspar

01/10/2014 05:00

3.92

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 04:45

3.88

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 04:30

3.84

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 04:15

3.81

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 04:00

3.78

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 03:45

3.76

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 03:30

3.72

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 03:15

3.69

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 03:00

3.66

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 02:45

3.62

0.4

normal

Gaspar

01/10/2014 02:30

3.57

0.8

normal

Gaspar

01/10/2014 02:15

3.56

0.8

normal

Gaspar

01/10/2014 02:00

3.53

1.2

normal

Gaspar

01/10/2014 01:45

3.50

4.6

normal

Gaspar

01/10/2014 01:30

3.48

0.8

normal

Gaspar

01/10/2014 01:15

3.44

0.2

normal

Gaspar

01/10/2014 01:00

3.43

0.4

normal

Gaspar

01/10/2014 00:45

3.43

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 00:30

3.40

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 00:15

3.40

0.0

normal

Gaspar

01/10/2014 00:00

3.39

0.0

normal


Confira Nivél do Rio Itajaí em Gaspar e de outros municípios através do COPS

Click Aqui

IMG 5138

O Radar Meteorológico do Estado começou oficialmente nesta terça-feira, 30, a abastecer os sites da Defesa Civil e da Epagri/Ciram com imagens em tempo real. O novo serviço permitirá que a população também tenha acesso aos modelos produzidos pelo equipamento.

O lançamento da ferramenta foi realizado em ato da sede da Defesa Civil, em Florianópolis, na manhã desta terça-feira, com a presença do governador do Estado em exercício, desembargador Nelson Schaefer Martins; do secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Mortatelli; e do presidente da Epagri, Luiz Hessmann; entre outras autoridades. 

O desembargador Schaefer apontou o início da transmissão das imagens como uma grande conquista para a proteção da população e das empresas de Santa Catarina na área de Defesa Civil. “Com este novo radar, teremos a previsão dos fenômenos climáticos para mais de 70% do território catarinense. Santa Catarina é o Estado mais assolado pelas alterações climáticas na América Latina, temos enchentes, vendavais, granizos e outras situações que causam prejuízos à economia e, principalmente, à vida das pessoas. Com as imagens do radar, poderemos prever com tempo suficiente as situações mais relevantes e as populações, as empresas e o Estado serão avisados em tempo para garantir a segurança de todos”, destacou o governador em exercício.

O secretário Moratelli lembrou que o radar soma-se a uma rede de informações já existente de previsão e gerenciamento eventos adversos em Santa Catarina. “Com o novo radar, vamos ter muito mais segurança na informação para gerenciar nossas ações, como, por exemplo, retirar famílias de áreas de risco em caso de previsão de enchente”, explica.

O Radar Meteorológico

O equipamento, adquirido nos Estados Unidos e instalado na cidade de Lontras, no Vale do Itajaí, é resultado de R$ 10 milhões em investimentos do Governo do Estado, com recursos do Fundo Estadual da Defesa Civil (Fundec).

A cobertura do equipamento é de 77% do território catarinense. São 191 municípios monitorados pelo radar. Apenas parte do Sul e do Oeste ficaram sem cobertura, mas serão atendidos, nesse primeiro momento, por outros equipamentos de Estados vizinhos, por meio de uma parceria já existente.

Para o trabalho de monitoramento, a Defesa Civil de Santa Catarina contar com técnicos que passaram por uma formação junto aos profissionais que vieram dos Estados Unidos. Os meteorologistas da Epagri/Ciram também vão operar com as imagens. Elas são geradas automaticamente de Lontras para Florianópolis de forma remota, sem a necessidade de ter profissionais na torre do radar. O equipamento poderá prever, por exemplo, o volume de chuva, o risco de queda de granizo e outras ações do tempo.

O radar está instalado em um prédio de 25 metros (oito andares). A montagem do equipamento começou no primeiro semestre de 2014 e foi concluída em junho. E em julho foram realizados os testes de envio das imagens.

 

 

Todos os direitos reservados © 2018

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD