Dom Jaime Spengler é eleito o 1º vice-presidente da CNBB - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
25 de Maio de 2019

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

Vale apena uvir de novo

06:30h

Vale apena uvir de...

Ouça Agora

Contatos com a Cidade

07:30h

Contatos com a Cid...

Na sequência



Dom Jaime Spengler é eleito o 1º vice-presidente da CNBB

07/05/2019 20:52

O arcebispo de Porto Alegre (RS), dom Jaime Spengler, foi eleito nesta segunda-feira, 6 de maio, primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), para o quadriênio 2019-2023. O primeiro vice-presidente foi escolhido no terceiro escrutínio por maioria absoluta do total de 301 votantes da 57ª Assembleia Geral da CNBB que acontece em Aparecida (SP).

O cardeal Sergio da Rocha, como manda o Estatuto da CNBB, perguntou a dom Jaime Spengler se aceitava a missão a ele confiada. “Com temor e tremor, acolho”, disse dom Jaime. Também foram eleitos o 2º vice-presidente — uma novidade do atual estatuto da CNBB — dom Mário Antonio Silva, bispo de Roraima e como secretário-geral, dom Joel Portella Amado, bispo auxiliar do Rio de Janeiro.
Natural de Gaspar, em Santa Catarina, o novo presidente nasceu em 6 de setembro de 1960. Ingressou na Ordem dos Frades Menores em 20 de janeiro de 1982, pela admissão no Noviciado na cidade de Rodeio (SC). Estudou Filosofia no Instituto Filosófico São Boaventura, em Campo Largo (PR) e Teologia no Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis (RJ), concluindo-o no Instituto Teológico de Jerusalém em Israel. Foi ordenado sacerdote em 17 de novembro de 1990, na sua cidade natal.

O bispo também tem doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Antonianum, de Roma, e atuou dentro da Ordem dos Frades Menores em diversas missões e cidades do país até 2010, quando foi nomeado em novembro do mesmo ano pelo papa Bento XVI como bispo titular de Patara e auxiliar de Porto Alegre (RS).

No ano seguinte, em fevereiro de 2011, o bispo foi ordenado na paróquia São Pedro Apóstolo, na sua cidade natal, Gaspar, pelo Núncio Apostólico no Brasil, na ocasião, dom Lorenzo Baldisseri. Em 18 de setembro de 2013, o papa Francisco nomeou dom Jaime Spengler como novo arcebispo de Porto Alegre.

Atividades como bispo

Em março de 2014, o papa Francisco nomeou dom Jaime Spengler como membro da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica. Em abril de 2015, na 53ª Assembleia Geral da CNBB, foi eleito presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, para a gestão 2015-2019. Na ocasião, recebeu 205 votos de um total de 283 votantes, superando a maioria absoluta requerida no segundo escrutínio, que era de 143 votos. Também em 2015, o arcebispo foi eleito presidente do regional Sul 3 da CNBB, que corresponde ao Estado do Rio Grande do Sul, para a gestão 2015-2019.

Lema Episcopal

O lema episcopal de dom Jaime Spengler é “In Cruce Gloriari – Gloriar-se na Cruz – inspirado na carta de São Paulo aos Colossenses. Seu brasão possui os seguintes significados:

a) A Cruz: o centro do brasão é ocupado pela cruz; esta é iluminada pelo sol, expressando o que diz a Escritura: “Cristo é o sol de justiça”. O Cristo crucificado, sol de justiça, é a nossa esperança; concede novos horizontes de vida aos crucificados de todos os tempos; o Crucificado divide e unifica o universo. A metade do Crucificado sobre a cruz escura, indica o Cristo que glorifica a cruz. A metade escura do Crucificado sobre a cruz clara, indica que a cruz glorifica e transfigura o ser humano.

b) A Concha: na parte inferior vemos a cruz repousando numa concha. Expressa o mistério inesgotável da cruz. Ela é o símbolo do Santo Sepulcro e do evento da Ressurreição; distintivo dos peregrinos de todos os tempos.

c) Águas: de um lado da cruz lembram o rio Itajaí-Açu com seu vale, região de nascimento de Dom Jaime Spengler; do outro lado, lembram o Guaíba, que banha a região de Porto Alegre, local atual da missão do arcebispo.

d) Os diversos tons de azul: evocam Nossa Senhora Mãe de Deus, como padroeira da Arquidiocese de Porto Alegre, e como a Virgem Imaculada, “a mulher vestida de sol”.

e) O Tau: no alto do brasão vemos a cruz arquiepiscopal. No detalhe, inferior podemos identificar a presença do tau, recordando a família religiosa de onde provém o Arcebispo, e os “assinalados” discípulos do “Amor que não é amado”.

f) O Pálio: espécie de colarinho de lã branca com cruzes negras. Expressa a unidade com o sucessor de Pedro, bem como indica a dignidade arquiepiscopal.

(Fonte: CNBB)

Frei Paulo Moura, pároco da Igreja Matriz São Pedro Apóstolo de Gaspar, compartilhou sua alegria, ao receber a confirmação da nomeação do gasparense Dom Frei Jaime Spengler, como primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Nas redes sociais e no programa Encontro Com as Comunidades na Rádio Sentinela do Vale, frei Paulo parabenizou Dom Jaime, por mais esta missão em sua vida. "Deus o abençoe neste novo serviço à Igreja e ao povo de Deus. A cidade de Gaspar se alegra com a confiança depositada em você. Nossas orações e admiração pela sua doação ao Reino. À nova presidência e secretaria da CNBB nossa comunhão e apoio".

Todos os direitos reservados © 2019

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD