Grupo estuda áreas de risco em três bairros de Blumenau - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
22 de Agosto de 2019

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale



Grupo estuda áreas de risco em três bairros de Blumenau

04/02/2016 11:44

Blumenau recebe nesta semana um encontro que dá início ao terceiro ano de atuação do Projeto de Fortalecimento da Gestão Integrada de Riscos e Desastres - Cooperação Brasil Japão, conhecido também como projeto Gides. De acordo com o secretário de Defesa do Cidadão Marcelo Schrubbe, a reunião da equipe da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (Jica) com o governo municipal tem como objetivo colocar em prática a metodologia de gestão de riscos desenvolvida nos últimos dois anos. Ontem a equipe visitou três áreas de risco nos bairros Velha Grande, Progresso e Salto do Norte que receberão a classificação baseada no trabalho já elaborado.

Desde 2013 Blumenau faz parte do Gides junto a outras duas cidades brasileiras – Nova Friburgo e Petrópolis – como município-piloto para o desenvolvimento de uma metodologia de redução de riscos que possa ser aplicada em todo o país e utilizada como um padrão, já que hoje não existem parâmetros pré-definidos para a classificação de catástrofes climáticas no Brasil. Os principais resultados esperados são melhoria dos sistemas de avaliação e mapeamento de riscos, previsão e alerta e também o planejamento urbano na atuação de prevenção de desastres.

– Este encontro é uma reunião técnica do grupo de trabalho, que tem uma duração de quatro anos. Estamos iniciando o terceiro ano com a aplicação da metodologia que foi desenvolvida em áreas que vão receber os testes – explica Schrubbe. 

As áreas escolhidas receberão os testes baseados na classificação desenvolvida pelo grupo, que também vai apontar que tipos de obras precisam ser feitas para reduzir os riscos.

Em busca de recursos

Além da equipe da Jica, a comissão que está em Blumenau é formada por representantes dos ministérios das Cidades e da Integração Nacional, que acompanham os estudos e os testes. Para Schrubbe, é importante que o governo federal veja de perto o trabalho e perceba as necessidades de cada região:

– Apesar de sermos um município-piloto, esperamos que não sirva só para os testes. Queremos aproveitar para buscar recursos para as obras que forem apontadas. 

O cronograma do encontro também é intenso. As atividades começaram terça-feira com discussões sobre o projeto, os métodos de testes e a definição das áreas que seriam visitadas. Quarta a equipe esteve nas áreas que serão analisadas: Rua Emil Wehmuth, na Velha Grande; Rua Roberto Bugmann, no Progresso; e loteamento Santa Rita, no Salto do Norte. nesta quinta-feira eles ainda permanecem em Blumenau para definir as áreas exatas de testes e concluir as discussões.

Fonte: Jornal de Santa Catarina
Link de Origem       
Revisão e Responsabilidade do Site    

Todos os direitos reservados © 2019

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD