Homicídios e mortes no trânsito de Brusque caíram em 2015 - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
13 de Dezembro de 2019

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

CAFE COM JOTA

05:05h

CAFE COM JOTA

Ouça Agora

Jornal Sentinela

07:00h

Jornal Sentinela

Na sequência



Homicídios e mortes no trânsito de Brusque caíram em 2015

14/01/2016 09:43

Apesar do efetivo reduzido e bem distante daquilo que a cidade necessita, a Policia Militar de Brusque teve um ano bastante produtivo no que tange a atuação nas ruas. Atuação que foi demonstrada em números na tarde desta quarta-feira (13) pelo comando do 18º Batalhão de Brusque.

Coube ao major Otavio Manoel Ferreira Filho, que responde interinamente pelo comando do batalhão (o tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro está em férias) apresentar à imprensa um relato sobre os últimos três anos na cidade quanto ao trabalho da PM. Números que vão desde homicídios, prisões, efetivo policial, acidentes de trânsito, entre outros.

“A proteção à vida. Em Brusque, nos últimos anos, estamos  evoluindo cada vez mais no tocante à segurança pública”, frisou ele.

Um dos pontos destacados foi a redução no número de homicídios na cidade. Enquanto que em 2014 foram registradas sete mortes, no ano passado houve quatro assassinatos. Número bem menor, inclusive, ao registrado no ano de 2013, quando oito pessoas perderam a vida.

O trânsito também foi outro setor que apresentou queda nos índices. Enquanto no ano de 2013 houve o registro de 15 mortes, um dos menores dos último anos, no seguinte, em 2014, foram 22, caindo para 18 em 2015. “Já chegamos em 34 óbitos de trânsito em 2007 na cidade de Brusque. Estamos correndo atrás, batalhando para reduzir ainda mais esses números”, frisou ele, afirmando que das 18 mortes no trânsito, 11 foram de motociclistas.

Em relação aos homicídios, Otávio destacou que a cidade, embora seja notório o crescimento da violência, ainda figura bem abaixo do índice tolerável pela Organização das Nações Unidas (ONU), a qual estipula que a cada 100 mil habitantes se tolera até dez homicídios. Brusque figura, de acordo com os registrados em 2015, na faixa de 2,3. Isso para uma população de quase 123 mil habitantes, segundo dados do IBGE.

O grande problema ainda é a falta de efetivo policial. Se cerca de 15 anos atrás havia 120 policiais, o ano de 2015 fechou com apenas 90 no 18º Batalhão.

“Brusque hoje temos sim um perfil profissional de excelente qualidade na Polícia Militar de Brusque. Não tenho nenhuma dúvida que esses resultados são consequência da ação, comportamento e postura de cada profissional da segurança pública nossa nas ruas”, frisou ele.

A parceria com a Polícia Civil e órgãos como a Guarda de Trânsito e o IGP foram fundamentais para a diminuição em muitos dos índices, frisou Otávio.

Chamam a atenção dados como o aumento no número de furtos, que passaram de 300 em 2013, para 386 em 2014 e 461 em 2015.  Casos de flagrantes de posse de drogas foram 297 em 2013, 379 em 2014 e chegaram a 435 em 2015.

Na opinião do major Otávio, esses dados mostram que a PM trabalhou mais, pois são fatos que se originaram em situações de abordagem policial. “Obviamente que se o policial não tivesse feito a abordagem, não teria detectado a presença da droga”, destacou.

Fonte: Rádio Cidade
Link de Origem       
Revisão e Responsabilidade do Site    

Todos os direitos reservados © 2019

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD