Nossa Senhora da Glória anuncia que irá rescindir o contrato dos funcionários - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
13 de Dezembro de 2019

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

CAFE COM JOTA

05:05h

CAFE COM JOTA

Ouça Agora

Jornal Sentinela

07:00h

Jornal Sentinela

Na sequência



Nossa Senhora da Glória anuncia que irá rescindir o contrato dos funcionários

28/01/2016 10:13

Apesar de ainda estarem com o 13º e grande parte do salário de janeiro atrasados, os funcionários da empresa Nossa Senhora da Glória receberam uma boa notícia no fim da tarde desta quarta-feira. A exemplo da Rodovel e da Verde Vale, que na terça anunciaram as demissões dos seus respectivos trabalhadores, a Glória cedeu à pressão da classe e decidiu liberar motoristas, cobradores e demais profissionais das atuais funções a partir desta sexta-feira. A informação foi confirmada à reportagem pelo advogado da empresa, Antônio Carlos Marchiori.

Com isso, o que até então colocava em risco o pleno funcionamento da Viação Piracicabana _ empresa que vai operar emergencialmente o transporte em Blumenau partir da próxima semana _ deixa de ser um empecilho, já que os cerca de 1,3 mil trabalhadores que formavam o antigo Consórcio Siga estarão livres para operar no novo sistema de transporte coletivo.

Mesmo com a sinalização positiva da Nossa Senhora da Glória sobre as demissões, o sindicato da categoria, o Sindetranscol, optou por manter a ação coletiva contra a empresa. A medida,votada em duas assembleias nesta quarta-feira à tarde, busca garantir na Justiça a liberação dos trabalhadores. Segundo o assessor jurídico do sindicato, Léo Bittencourt, a ação só será revogada caso a Glória os procure nesta quinta-feira e apresente um documento garantindo as rescisões.

— Pode ser que isso seja só para nos desmobilizar. Eles viram que íamos conseguir as liberações de qualquer jeito e por isso anunciaram que iam colaborar, mas nós seguimos com o processo. A ação coletiva permanece — garantiu.

Além do processo conjunto, o Sindetranscol também decidiu, nesta quarta-feira, manter as ações individuais de cada um dos trabalhadores. A medida, que independentemente dos desdobramentos com a Glória será mantida, busca garantir o pagamento de direitos trabalhistas dos funcionários, como o 13º, férias e salários atrasados, além do fundo de garantia, que não é pago pela empresa desde 2012.


Consórcio mantém ação contra o decreto

O advogado Antônio Carlos Marchiori, que também representa o Siga, garante que o consórcio e as empresas que o formam decidiram manter a decisão de entrar com uma ação na Justiça comum para anular o decreto do prefeito Napoleão Bernardes, que no último sábado pôs fim ao contrato de concessão pública do transporte coletivo. As companhias também querem ser indenizadas pela decisão do poder público.

Fonte: Jornal de Santa Catarina
Link de Origem       
Revisão e Responsabilidade do Site

Todos os direitos reservados © 2019

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD