O desabafo de uma mãe pela perda da amada filha Luana - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
04 de Junho de 2020

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

CAFE COM JOTA

05:05h

CAFE COM JOTA

Ouça Agora

Jornal Sentinela

07:00h

Jornal Sentinela

Na sequência



O desabafo de uma mãe pela perda da amada filha Luana

dsc06840MD.jpg 

Gaspar, 06 de Agosto de 2010.

 

Luana mais um dia sem você, minha filha a mãe não agüenta de saudades e a falta de você minha flor de laranjeira, como eu te chamava desde que estava na minha barriga, a mãe lembra todos os dias junto contigo, dos nossos planos, das nossas conversas, dos nossos beijos e abraços que tanto você me dava, que hoje me faz falta, a saudade é muito grande, não sei até quando eu vou agüentar sem você perto de mim. Filha a mãe tenta ser forte, mas tem hora que não da, mais a tua falta é tão grande que meu coração parece que vai explodir, dói muito filha sem você, a mãe já rezou muito, pedi muito pra Deus me devolver você, mas é impossível, eu sonho acordada todos os dias esperando nosso encontro um dia. Queria sentir teu calor quando nós nos abrasávamos, teu cheiro, lembra como eu dizia que você era cheirosa, hoje eu vejo como você era especial para mim e sempre vai ser pro resto da minha vida. Hoje a mãe chora por você, minha Lu, meu anjo, minha flor, Deus me deixou muito pouco você comigo, mas o suficiente para eu te amar muito, jamais vou esquecer o seu sorriso, o teu olhar regalado para mim quando estava com medo ou quando estava brava com alguma coisa, teu mimo com os cabelos que tanto alisava, com tuas maquiagens. Que saudade de dizer Lu  aonde vai com essas sacolas, que bagunça é essa debaixo da mesa, vai dormir com a mana mais sabe queria estar grudada em mim, dormir comigo, comer comigo, no banho e tudo era a mãe, como não sentir saudade da minha Luana. A minha menininha que não podia me ver triste, que vinha me confortar com os seus carinhos com suas palavras “não chora mãe, vou cuidar de você quando eu crescer”. A mãe jamais vai esquecer de você, filha a mãe não está sofrendo mais porque é você mais sofreria do mesmo jeito se fosse com a Gi, ou Gui ou a Jaque, porque saíram de mim com a mesma emoção de ser mãe, tanto de um como dos outros, amamentar vocês foi o maior presente que Deus me deu, gerar vocês foi muito marcante pra mim, ver vocês crescendo, a mãe tendo dificuldade de não poder das tudo que vocês precisavam, mas conseguimos e agora que meus bebes estavam virando independentes, Deus quis minha Luana junto dele, porque meu pai me faz sofrer tanto? Como nós duas fizemos planos lembra, a mãe lembra Giovana indo pra escola, eu e você ficaríamos em casa por que você só poderia estudar no outro ano, e você concordou, dizia que só eu vou ficar com a mãe e hoje você não está aqui comigo, foi embora daqui, da maneira mais horrível, como eu queria dormir e acordar dizendo que pesadelo horrível que eu tive, mais não é possível isso, só me resta chorar, sofrer e conviver com essa dor incurável no meu coração, e pedindo um sinal se você está perto de mim, filha me deixa sonhar com você e cuida da mãe como você prometeu, pra que a mãe possa ter força para suportar este sofrimento e cuidar dos teus irmãos, saiba que eu olho cada canto deste lugar eu me lembro de você, você me faz muita falta meu amor, pedacinho de mim que foi e deixou essa dor no meu coração, saiba que jamais vou te esquecer, a mãe te ama muito meu amor, minha vida, eu só vivo pelas tuas irmãs e teu irmão, a minha vida só tem sentido por eles que eu amo muito, se não teria ido contigo, meu amor, promete pela mãe que você vai tar me esperando quando eu for. Hoje só me resta chamar por ti filha.

 

Todos os direitos reservados © 2020

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD