Regularização do Título de Eleitor provoca fila em Gaspar - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
24 de Setembro de 2018

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

Contatos com a Cidade

08:00h

Contatos com a Cid...

Ouça Agora

Encontro com as Comunidades

11:45h

Encontro com as Co...

Na sequência

Melodia Sertaneja

12:00h

Melodia Sertaneja



Regularização do Título de Eleitor provoca fila em Gaspar

08/05/2018 10:06

Em razão do prazo para o eleitor regularizar sua situação eleitoral, que encerra nesta quarta-feira (9), está provocando fila em frente ao Cartório Eleitoral de Gaspar, que desde esta segunda-feira está atendendo em com horário ampliado das 9h às 17h, até esta quarta-feira, dia 09, data que encerra a regularização com a Justiça Eleitoral. O atendimento ocorre por meio  de distribuíção de senhas e ordem de chegada.

Conforme o chefe do Cartório Eleitoral de Gaspar, João Paulo de Sousa Panini, durante todo o período de cadastramento biométrico,  a 64ª Zona Eleitoral, atendeu mais de 50% dos eleitores de Gaspar, 39% de Ilhota e 15% de Luiz Alves, chegando aproximadamente a 127 mil eleitores.
Panini explicou que esse prazo é somente para eleitores que precisam regularizar sua situação eleitoral, como também para o jovem que completa 19 anos até a data das eleições e ainda não possue o título, e os eleitores com inscrição eleitoral cancelada - por exemplo, por não justificar o voto nas duas últimas eleições.

Se o eleitor mudou de cidade e precisa alterar o local de votação, deve ter em mão o comprovante de residência do novo endereço e documento de identidade.

Cidadãos com alguma deficiência ou mobilidade reduzida que necessitarem de atendimento especial no dia da eleição também devem comunicar a Justiça Eleitoral até quarta-feira (9), para ser transferido para uma seção eleitoral com acessibilidade.

Presos provisórios e adolescentes internados que não possuam título regular devem fazer o alistamento eleitoral ou solicitar regularização de sua situação para votar em outubro. Esse processo também deve ser feito até a quarta-feira (9).

Travestis e transexuais que queiram incluir no título de eleitor o nome social, têm o mesmo prazo para fazer essa solicitação. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, “a mudança é simples e exige apenas a autodeclaração do nome com o qual deseja ser identificado. O nome civil e o nome social ficarão registrados nos bancos de dados de eleitores”, esclarece o Tribunal.

Dúvidas sobre a necessidade de comparecimento podem ser esclarecidas na página do TRE-SC ou através do Disque-Eleitor, pelo 0800 647 3888.

Documentos necessários

O eleitor deve portar documento de identificação com foto e comprovante de residência recente. Para tirar o primeiro título, os homens maiores de dezoito anos também devem comprovar a regularidade com o serviço militar.

Reportagem: Gil Dias

Todos os direitos reservados © 2018

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD