Reunião faz levantamento da atual situação do Hospital de Gaspar - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
22 de Novembro de 2017

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

Brasil Caboclo

20:00h

Brasil Caboclo

Ouça Agora

Panorama Agricola(Reprise)

21:30h

Panorama Agricola(...

Na sequência

Musical Sentinela

21:40h

Musical Sentinela



Reunião faz levantamento da atual situação do Hospital de Gaspar

31/05/2014 00:41

Após o Decreto de intervenção do Hospital de Gaspar, assinado pelo prefeito municipal Celso Zuchi na tarde desta quarta-feira, 28, aconteceu às 09:00 horas, desta quinta-feira, 29, se estendendo até o meio dia, uma reunião no próprio hospital, promovida pelo governo municipal, com a participação dos representantes da comissão de intervenção e da empresa Amorim & Associados Consultoria e Saúde nomeada para administrar o hospital. O repórter Jean Carlo acompanhou a reunião, que teve como principal objetivo, avaliar e tomar conecimento da atual situação do Hospital de Gaspar e tranquilizar a população e funcionários quanto a continuidade dos serviços prestados no Pronto Atendimento e nas cirurgias eletivas. Falaram a nossa reportagem, prefeito Celso Zuchi, presidente da ACIG, José Eduardo de Souza, secretária de saúde, Márcia Cancian e o representante da empresa Amorim, Fabiano Amorim.

 

 

Na manhã desta quinta-feira, dia 29, a vice prefeita Mariluci Deschamps Rosa, em contato com o comunicador Julio Carlos, deu mais detalhes sobre a intervenção do Hospital de Gaspar. O que levou a prefeitura a essa medida foi a preocupação com a saúde no município. Segundo Mariluci, foi intervindo por 6 meses, através de uma comissão, feita por cinco pessoas, Secretária de Saúde Márcia Adriana Cansian, Presidente da Acig José Eduardo, empresário Adilson Avosane, Dr. Ricardo Freitas que faz parte do corpo clínico do hospital e do advogado Anderson Schramm, a mesma tem total autonomia na questão financeira do hospital. Foi feita uma lei na Câmara de Vereadores que era o convênio para 2014, que até agora não foi possível devido a prestação de contas que não foi apresentada pela administração do hospital. “O prefeito pediu para que o hospital entrasse com uma ação judicial em janeiro, para que ele pudesse ter uma segurança jurídica, e assim foi feito, até 30 de abril tinha essa segurança de repassar 218 mil ao hospital e dessa forma então, em maio já não se tem mais convênio nem a segurança jurídica e o convênio não se pode fazer por questões também jurídicas, então essa decisão foi tomada e partir de hoje estamos no hospital”. Essa intervenção vai garantir o atendimento no pronto atendimento e o repasse nos recursos do hospital devido a comissão ter autonomia de poder auditar as contas, tendo a garantia dos fornecedores através de apresentação de notas e a forma de pagamento e até mesmo a garantia dos serviços através dos próprios médicos. O que foi suspenso no momento no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, foram às cirurgias eletivas, mas aos poucos será retornado esse serviço a comunidade de Gaspar.

 
Reportagem: Julio Carlos

O Prefeito de Gaspar, Pedro Celso Zuchi, assinou nesta terça-feira (27) o Decreto nº 5.955 de intervenção do Hospital de Gaspar, requisitando todas as instalações da entidade, que compreende toda a construção, instalações físicas, instalações do laboratório, equipamentos médicos/cirúrgicos e de exames, recursos humanos e demais equipamentos, objetos e itens que façam parte do regular e efetivo funcionamento do Hospital para o atendimento dos que dele necessitam.

A medida foi tomada depois de o Município de Gaspar ter protocolado no dia 16 de maio um ofício que solicitava a requisição dos serviços, bens móveis e imóveis da instituição hospitalar e que foi negado pelo Conselho Administrativo do Hospital. 

O que acontece agora

Com o decreto publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (28), a Prefeitura nomeia uma Comissão de Intervenção, formada por cinco membros da sociedade civil que tomarão as decisões referentes ao Hospital. São eles: Márcia Adriana Cansian, Anderson Schramm, Ricardo Alexandre Freitas, José Eduardo de Souza e Adilson Carlos Avosani.

A Comissão de Intervenção se reuniu na manhã desta quarta-feira (28) quando definiu pela nomeação da empresa Amorim & Associados – Consultoria e Saúde para efetuar a gestão operacional do hospital. O próximo passo será a contratação de uma auditoria a fim de que seja verificada a real situação da entidade hospitalar.

Aos colaboradores do Hospital, esta ação não significa rescisão automática dos contratos de trabalho dos funcionários da entidade.

Atendimentos

 As Unidades Básicas de Saúde do município são uma porta de entrada para usuários do SUS.  Além das Unidades de Saúde, o usuário poderá procurar o Centro de Acolhimento de Risco (CAR), que atende de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

No hospital de Gaspar continua o atendimento normal de pronto-atendimento e serviços de urgência e emergência.

As Razões

A Prefeitura de Gaspar efetuou o decreto de intervenção no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em função dos seguintes aspectos:

 - A impossibilidade legal de firmar o convênio entre Prefeitura e Hospital que poderia fazer com que a entidade deixasse de prestar atendimento à população, uma vez que o mesmo não dispunha de recursos suficientes para atendimento à população;

- A existência da inadimplência do Hospital perante seus compromissos de execução de serviços e repasses financeiros;

- O Hospital vem enfrentando crises financeiras, que se refletem ciclicamente, ocasionando ameaças constantes de desatendimento à população;

- O atendimento à população encontra-se gravemente prejudicado, inclusive com a iminência de saturação da capacidade dos demais hospitais da região;

- Cabe ao órgão gestor da saúde pública do Município adotar as medidas para organização do fluxo das pessoas a serem atendidas;

- Grande parte da construção, reforma e equipamentos do Hospital foram financiados por recursos públicos, sendo que apenas entre os anos de 2009 a 2014 a Administração Municipal injetou mais de R$15milhões, além dos recursos do Estado, da União e de doações da comunidade, que complementaram as necessidades da entidade.

 

Fonte : Prefeitura Municipal de Gaspar

Todos os direitos reservados © 2017

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD