Prefeitura rescinde contrato com empresa da obra da passarela no Centro - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
20 de Junho de 2021

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

PARADÃO DA SENTINELA

09:00h

PARADÃO DA SENTINE...

Ouça Agora

Toca Tudo na Sentinela

11:00h

Toca Tudo na Senti...

Na sequência

Musical Sentinela

13:00h

Musical Sentinela



Prefeitura rescinde contrato com empresa da obra da passarela no Centro

13/05/2021 02:58

A Prefeitura de Gaspar, através da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, rescindiu o contrato com a Di Fatto Industria e Comercio LDTA, licitada para executar a implantação de uma nova passarela na ponte do Centro, entre a Rua Itajaí e a Coronel Aristiliano Ramos. A empresa não cumpriu com exigências técnicas do projeto, conforme previsto no edital, e não providenciou a devida adequação.

A popular “Ponte da Alvorada”, teve os trabalhos de substituição da passarela iniciados no final de janeiro de 2021. O projeto prevê 2m de largura, guarda corpo metálico de 1,20m de altura, piso de chapa de aço, pintura e sinalização.O contrato foi rescindido com base em laudos de vistoria/fiscalização do engenheiro responsável da Prefeitura. Dentre as irregularidades, foi constatada: falta de pintura de fundo; falha na galvanização; peças oxidadas poucos dias após a montagem; falha na pintura; espaçamento das vigas em desconformidade com o projeto; espaçamento do guarda corpo em desconformidade com projeto; falta de vedação; oxidação da longarina; medição de camadas fora do previsto na planilha orçamentária; entre outros.

Após a emissão do laudo, a empresa foi notificada e recusou-se a corrigir os problemas, ocasionando na rescisão do contrato. Como essa havia sido a única empresa a se habilitar na licitação, um novo edital deve ser lançado para concluir a obra.

O prazo previsto para a conclusão da obra era de dois meses, ou seja, estaria entregue caso não houvesse este imprevisto. Mas, poucos dias depois do guarda corpo já estar instalado, foram identificados pontos de oxidação. Para evitar que este tipo de problema surgisse, no projeto estava descrito a necessidade de galvanizar a passarela e as especificações do tipo de pintura, o que não ocorreu. Galvanizar é aplicar uma camada protetora de zinco ou liga de zinco, que impede a oxidação de estruturas metálicas.

“Estas são especificações técnicas que constam no projeto e devem ser seguidas à risca. Servem para garantir a segurança da obra, bem como manter a qualidade dos trabalhos executados, tornando a durabilidade da passarela mais alta. Nossa missão é garantir a entrega de obras de qualidade à população e optamos por rescindir o contrato para garantir esse compromisso firmado com a comunidade”, explica o secretário Luis Carlos Spengler Filho.

Fonte: PMG

Todos os direitos reservados © 2021

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD